sexta-feira, 26 de março de 2010

Desilusões

Trecho de uma conversa com um novo amigo:

Depois de tanto quebrar a cara a gente sempre fica com o pé atrás.
Acho que assim deixamos de viver o amor plenamente. Mas eu deixei de acreditar em amor de contos de fadas.
Agora, só contos de fodas.

5 comentários:

TATI disse...

Simples, direto e fantastico!
Mas vou te contar um segredo, após desistir de um homem legal, ele apareceu como eu, com pé a trás, mas também querendo ser feliz.

Juan Moravagine Carneiro disse...

"Iludir a si mesmo por amor é a mais terrível decepção; é uma perda eterna para a qual não existe reparação, quer neste mundo quer na eternidade"

Sören Kierkegaard

Sophia disse...

Não é que desisti de encontrar. Na verdade, nunca procurei. Eu juro que não acredito que uma pessoa só pode ser feliz com outra. Às vezes acho que não sou tão humana, às vezes penso que queria estar errada. Mas não estou disposta a provar pra mim mesma o contrário.

Quanto à ilusão: sabemos que somos falhos. Só se ilude quem se deixa iludir. Nunca esperei nada de ninguém, nunca quis nada em troca de quem eu desejei. Reciprocidade é bem vinda, mas se nao há, o que que pode fazer?
Aproveitei enquanto era bom. Já falei disso em algum post perdido por aqui.

É que esse "pé atrás" acaba fazendo com que a gente não viva o que realmente poderia.
O medo de sofrer uma desilusão é pior do que sofrê-la de fato.

Amor... um dia descubro que porra é essa!

Marcos Pinheiro disse...

olá!? também estou te seguindo agora a aparecerei sempre por aqui. ah... temos um colega blogueiro em comum, o ronaldo do penso, logo, escrevo [http://ronaldinho75.blogspot.com/]. faz tempo que cê conhece ele, como o conheceu. me conta!?

Marcos Pinheiro disse...

porra, véi... me botaram pra correr da comunidade PC Siqueira - maspoxavida. o jeito foi procurar outra pra entrar. ô povinho besta!