quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Uffffaaaaaa


Sabe quando sua vida está um marasmo, nada acontece e você tenta preencher esse vazio com futilidades?
Pois é, eu sei bem.
Mas hoje foi um dia excepcional.
Aconteceram algumas coisas legais.
Um mal entendido foi desfeito, uma reaproximação impensável começou (claro que as intenções são outras hoje em dia) e, principalmente, um grande ato de humanidade e generosidade veio de onde eu menos esperava.
As três pessoas envolvidas sabem do que estou falando, cada qual com sua situação.
Mas a última, a última valeu por tudo que já me aconteceu na vida toda.
Não acreditava mais na humanidade, nem acreditava que alguém poderia ser tão benevolente. Ao menos não esperava isso desta pessoa.
Um grande peso saiu dos meus ombros, embora minha consciência ainda não esteja tranquila. E acho que não vai ficar.
Talvez se amenize. Talvez essa culpa, com o tempo, fique escondida em um cantinho. Mas sei que, vez ou outra, ela despontará pra sempre me lembrar de que eu também sou humana e que eu também sinto.
Também me emociono, também tenho raivas, medos, saudades.
E pra me mostrar que sempre devo me lembrar que todo mundo é assim.
Que todo cuidado é pouco quando lidamos com os sentimentos (nossos e alheios)

Hoje eu descobri que tenho a capacidade de chorar, e que isso é necessário.
Descobri que tenho um coração e que outras pessoas também têm.
Descobri que essa frieza toda que aparento por aí é só uma carapaça. Só uma armadura pra não me desfazer por alguma decepção que possa acontecer.
Percebi que, finalmente, aprendi com um erro meu.
Foi doloroso, ainda vai doer, eu sei.
Mas valeu a pena por agora saber que eu existo.

Muito, muito obrigada por isso. Vou lhe ser grata eternamente.

5 comentários:

MIMI disse...

Hj eu descobri que tem duas pessoas ai que combinam mto, tão diferentes ao mesmo tempo tão parecidas, é até clichê dizer isso, mas é verdade.

;)

MIMI disse...

já era hora de pedir perdão.. Qto antes vc perdoar e pedir perdão mias livre vc é!

Sophia disse...

Mimi é muito boba!
rsrs
Mas compartilho da mesma opinião.
E a dele, será a mesma???

deise disse...

não sei do que tá falando mas só sei de uma coisa....
"Não importa quão boa seja uma pessoa, ela vai feri-lo de vez em quando e você precisa perdoá-la por isso( William Shakespeare )Não acha??rs

Sophia disse...

Então, moça.
Quem feriu fui eu.
É disso que estou falando.
E com conhecimento de causa digo que ferir é muito, muito pior que ser ferido.
E o perdão nos alivia, mas não nos exime da culpa.